Planeje a viagem, o destino lhe espera

Pra mim a viagem começa com o desejo, a vontade de partir para outro lugar, de sair da zona de conforto e desbravar novos horizontes.

É neste momento que começo a traçar o roteiro e de forma inconsciente, a viagem vai se desenhando em minha mente.
Depois vem o planejamento, a preparação. Nessa fase, pesquisar um pouco sobre a história do lugar, os pontos turísticos, a cultura, a comida, a moeda, o povo, etc., me faz dar asas à imaginação, antecipando o prazer.

Eu gostaria mesmo é de conhecer cada destino escolhido de uma forma diferente, chegar sem pressa, conhecer o povo e seus costumes, sua história, economia, política e geografia; me deliciar com suas comidas e bebidas; ouvir suas músicas; fazer trilhas onde há natureza a explorar; demorar mais em museus, parques, mercados, feiras, etc., mas isto ainda não é possível para mim, pois preciso conciliar as viagens com o meu trabalho, dividindo o tempo e administrando os interesses. Assim, procuro aproveitar o máximo do tempo de que disponho em cada lugar e, se possível, voltar depois para explorar melhor.

Eu não posso ficar esperando me aposentar para fazer a viagem dos meus sonhos. É muito arriscado, principalmente agora que a aposentadoria está cada vez mais distante. Por isto, enquanto ela não chega, vou viajando como e para onde posso.

Uma viagem começa com o sonho, mas exige planejamento e atitude.

Então mãos à obra! Faça como eu, torne seu sonho realidade agora, não espere para depois.

Decida para onde quer ou pode ir

Nem sempre o lugar dos sonhos é compatível com nossas economias. Enquanto você não pode ir para onde quer, vá para onde pode.

Escolha com quem vai

A companhia é fundamental. Tem que ter afinidade com você e com o tipo da viagem, caso contrário será um fiasco.
É importante lembrar que em viagem vale a máxima: “Antes só do que mal acompanhado”

Faça uma reserva específica para a viagem

Pesquise o custo da viagem, divida o valor pelo prazo que pode pagar e comece a reservar. Se possível, faça um pacote e pague antes, parcelado ou à vista.
Se não puder, vá reservando aos poucos. Se for para o exterior, divida o custo pela moeda de destino e depois pelo tempo que pode pagar. Por exemplo: se o custo da viagem é três mil dólares, e você só pode adquirir cem dólares por mês, planeje a viagem para 30 meses depois, mas comprometa-se seriamente com isto.

Delimite quanto quer ou pode gastar

Uma viagem pode ser cara ou barata. Veja o quanto pode gastar e ajuste o nível de conforto ao tamanho do seu orçamento.
Viajar só é mais caro, então vale dividir o custo com um ou mais amigos.

Defina a data

Tente conciliar a data com o seu orçamento e sua disponibilidade. Lembre-se de que o custo de uma mesma viagem varia dependendo do período em que ela se realiza. Procure viajar em período de baixa estação, quando é possível encontrar excelentes promoções de voos, hospedagens e pacotes.
Não pense que um dia você vai. Assim você nunca irá. Escolha uma data ou um ano possível e se programe para ir. Você verá que as coisas vão acontecendo para lhe ajudar.

Determine o tempo de permanência

Para decidir o tempo de permanência no destino é importante saber o que vai fazer no local para não gastar mais ou menos tempo do que o necessário, porque o tempo também interfere no custo e é frustrante ter que sair de um lugar sem ver algo importante porque não deu tempo…

Pesquise onde ficar

Pesquise e reserve antes o hotel, pousada ou albergue que atenda à sua necessidade e adequado ao seu orçamento. Se for passar mais tempo, o aluguel de casa ou apartamento poder ser mais econômico. Veja as avaliações dos clientes nos aplicativos de viagem.

Escolha como ir

De avião: fique atento às promoções, limites de bagagem horário de embarque;
De carro: faça antes a revisão e/ou reserva;
De trem: garanta seu bilhete antecipado. Leve pouca bagagem, é duro arrastar malas na estação;
De navio: veja se tem enjoo (isto pode estragar sua viagem) e se o roteiro é adequado. Lembre-se das taxas de embarque e de serviço. Busque pacotes promocionais de última hora que são mais econômicos.
Por conta própria ou em excursão: ambas as formas tem prós e contras. Veja o que é melhor para você.

Faça seguro viagem

Se for viajar para o exterior, o seguro viagem é fundamental. Não viaje sem ele.
Contrate o seguro adequado para a sua viagem, para não se aborrecer na hora da necessidade.
Na Europa, a maioria dos países só permite a entrada com um seguro viagem com cobertura de no mínimo 30 mil euros, por causa do Tratado de Schengen, portanto não contrate um seguro qualquer.
Em geral o cartão de crédito oferece o seguro, se a viagem foi paga com ele. Consulte o seu.

Agora só falta você ir. O destino lhe espera.

image
Praia de Magagogi, Alagoas. O destino lhe espera…

Prepare-se! Assim, quando chegar a hora é só arrumar as malas e curtir a viagem.

Tags:

Deixe uma resposta